The Role of Urban Rankings in the Construction of Perception on Innovation In Smart Cities

Giovana Goretti Almeida

Abstract


It is perceived in contemporary times the use of innumerable different rankings each with its different criteria and goals, varying according to the applied methodology, country, time, audience and other requirements, however every ranking seeks to validate something in relation to similar objects or themes. Thus, it is sought to understand the function of the rankings in what concerns to the perception about the construction of the concept of smart cities, positioning them as innovators, at the same time that they anchor them strategically in smart management. It is a qualitative study with bibliographical research on: smart cities, urban rankings, innovation and strategic urban management. It is a study of multiple cases of cities that occupy the first positions in the rankings on smart cities. The methodology uses the articulation between theory and empirical observation of three urban rankings in 2018: the CSC, the EIU and the CIMI. It is noted that the use of urban rankings are used strategically by municipal management, transforming, projecting and ambitioning that the city be perceived as an smart city.

Keywords


Innovation; Smart cities; Urban rankings; Urban management

Full Text:

PDF

References


EIU. (2018) Ranking anual da Economist Intelligence Unit. Disponível em: http://www.eiu.com/home.aspx. Acesso em: jan. 2019.

CISC. (2018). Site institucional da California Institute for Smart Communities. Ten Steps to Becoming a Smart Community, 2001. Disponível em: https://www.forrester.com/report/Helping+CIOs+Understand+Smart+City+Initiatives/-/E-RES55590. Acesso em: jan. 2019.

CIMI. (2018) Ranking do Cities in Motion Index. Disponível em: https://media.iese.edu/research/pdfs/ST-0471-E.pdf. Acesso em: jan. 2019.

CSC RANKING. (2018) Ranking Connected Smart Cities. Disponível em: https://www.connectedsmartcities.com.br/tag/ranking-cidades-inteligentes/ . Acesso em: jan. 2019.

CSC. (2018) Release da entrevista com Miguel Noronha no site da Connected Smart Cities. Disponível em: https://www.connectedsmartcities.com.br/tag/ranking-

cidades-inteligentes/. Acesso em: jan. 2019.

DW. (2018). Deutsche Welle empresa de comunicação internacional da Alemanha. Viena é eleita melhor cidade do mundo para se viver. Publicado em: 14/08/2018. Disponível em: https://www.dw.com/pt-br/viena-%C3%A9-eleita-melhor-cidade-do-m

undo-para-se-viver/a-45076854. Acesso em: jan. 2019.

DROEGE, P. (1997). Intelligent Environments: Spatial Aspect of the information revolution. Oxford: Elsevier.

ÉPOCA NEGÓCIOS. (2018). Site Institucional da Revista Época Negócios. Conheça as 10 cidades mais inteligentes de 2018. Publicado em: 18/07/2018. Disponível em: https://epocanegocios.globo.com/Mundo/noticia/2018/07/conheca-10

-cidades-mais-inteligentes-de-2018.html. Acesso em: jan. 2019.

EXAME. (2014). Site institucional da Revista Exame. O que torna o Rio uma das cidades mais inteligentes do mundo. Publicado em: 24/09/2014. Disponível em: https://exame.abril.com.br/brasil/o-que-faz-do-rio-uma-das-cidades-mais-inteligentes-do-mundo/. Acesso em jan. 2019.

FORBES. (2018).Site Institucional da Revista Forbes. 10 cidades mais inteligentes do mundo em 2018. Publicado em: 18/07/2018. Disponível em: https://forbes.uol.com.br/listas/2018/07/10-cidades-mais-inteligentes-do-mundo-em-2018/. Acesso em: jan. 2019.

GLAMURAMA. (2018).Site do Grupo Glamurama. Nova York, Londres e Paris são eleitas as cidades mais inteligentes do mundo . Publicado em: 18/07/2018. Dispónível em: http://gla.mu/2q6ra. Acesso em: jan. 2019.

ICF. (2019). Site institucional da Intelligent Community Forum. Disponível em: https://www.intelligentcommunity.org/displaycommon.cfm?an=1&subarticlenbr=18. Acesso em: jan. 2019.

KOBAYASHI, A. R. K. et. al. (2017). Smart sustainable cities: bibliometric study and patent information. International Journal of Innovation (IJI Journal), São Paulo, v. 5, n. 1: 77-96, Jan/April. 2017. DOI <10.5585/iji.v5i1.159>. Acesso em jan. 2019.

LEITE, Carlos; AWAD, Juliana C. M. (2012). Cidades Sustentáveis, Cidades Inteligentes: Desenvolvimento sustentável num planeta urbano. São Paulo: Bookman, 2012.

PMRJ. (2018). Site da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro. Prefeitura do Rio celebra 1º lugar em premiação para cidades inteligentes. Publicado em: 04/09/2018. Disponível em: http://www.rio.rj.gov.br/web/guest/exibeconteudo?id=835

Acesso em: jan. 2019.

REVISTA CSC. (2018). Publicação do Connected Smart Cities em parceria com a go_connected_smart_cities_20. Acesso em: jan. 2019.

STEVENTON, A.; WRIGHT, S. (2006). Intelligent spaces: The application of pervasive ICT, London: Springer. 2006.

TOP MÍDIA NEWS. (2018). Site Institucional de notícias. Nova Iorque é a cidade mais inteligente do mundo, segundo estudo realizado pelo IESE. Publicado em: 10/10/2018. Disponível em: http://www.topmidianews.com.br/colunistas/post/nova-ior

que-e-a-cidade-mais-inteligente-do-mundo-segundo-estudo-realizado-pelo-iese/55177/. Acesso em: jan. 2019.

VIAGEM E TURISMO. (2018). Revista online Viagem e Turismo da Editora Abril. Viena é eleita melhor cidade do mundo para se viver. Publicado em: 20/08/2018. Disponível em: https://viagemeturismo.abril.com.br/materias/viena-e-eleita-melhor-ci

dade-do-mundo-para-se-viver/ . Acesso em: jan. 2019.

UOL ECONOMIA. (2018). Portal de notícias UOL. Ranking aponta Viena como a melhor cidade para se viver; Rio é ocupa o 88º lugar. Publicado em: 14/08/2018. Disponível em: https://economia.uol.com.br/noticias/afp/2018/08/14/ranking-aponta-v

iena-como-a-melhor-cidade-para-se-viver-rio-e-ocupa-o-88-lugar.htm. Acesso em: jan. 2019.

UOL VIAGEM. (2018). Portal de notícias UOL. Viena é eleita a melhor cidade do mundo para se viver. Publicado em: 14/08/2018. Disponível em:https://viagem.uol.com.br/noticias/deutsche-welle/2018/08/14/viena-e-eleita-melhor-cidade-do-mundo-para-se-viver.htm. Acesso em: jan. 2019.

WFSC. (2019). Site institucional da World Foundation for Smart Communities. Helping CIOs Understand "Smart City" Initiatives". Relatory. Disponível em: https://www.forrester.com/report/Helping+CIOs+Understand+Smart+City+Initiatives/-/E-RES55590. Acesso em: jan. 2019.

Yin RK. (2015). Estudo de caso: planejamento e métodos. 5. ed. Porto Alegre: Bookman.


Refbacks

  • There are currently no refbacks.




Int. J. Innov. e-ISSN: 2318-9975

Rua Vergueiro, 235/249 - Liberdade, São Paulo - SP (Brasil), Cep: 01504-000

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional